O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Conheça melhor o Cadastro Único

 

O QUE É

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único) é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa população. Nele são registradas informações como: características da residência, identificação de cada pessoa, escolaridade, situação de trabalho e renda, entre outras.


A partir de 2003, o Cadastro Único se tornou o principal instrumento do Estado brasileiro para a seleção e a inclusão de famílias de baixa renda em programas federais, sendo usado obrigatoriamente para a concessão dos benefícios do Programa Bolsa Família, da Tarifa Social de Energia Elétrica, do Programa Minha Casa Minha Vida, da Bolsa Verde, entre outros. Também pode ser utilizado para a seleção de beneficiários de programas ofertados pelos governos estaduais e municipais. Por isso, ele é funciona como uma porta de entrada para as famílias acessarem diversas políticas públicas.

 

COMO SE CADASTRAR

Para se inscrever no Cadastro Único, procure o CRAS. No CRAS é preciso que uma pessoa da família se responsabilize por prestar as informações de todos os membros da família. Essa pessoa — chamada de Responsável pela Unidade Familiar (RF) — deve ter pelo menos 16 anos e, preferencialmente, ser mulher.

O Responsável Familiar é quem poderá garantir que as informações comunicadas durante a entrevista são verdadeiras, além de se comprometer a atualizar o cadastro sempre que houver mudanças na família.

 

Documentos obrigatórios para a realização do Cadastro:
- RG (Identidade), CPF de todos os moradores da casa, independentes se possuem vínculos sanguíneos ou não.

- Conta de luz.

- Certidão de nascimento das crianças

 

QUAIS BENEFÍCIOS POSSO ACESSAR MANTENDO O CADASTRO ÚNICO ATUALIZADO?

Cada vez mais, o governo federal, os estados e os municípios utilizam o Cadastro Único para identificar potenciais beneficiários de programas sociais. Isso integra esforços de todas as esferas governamentais no enfrentamento da pobreza e contribui para otimizar a gestão dos programas, além de evitar desperdício de recursos públicos.

Mas o cadastramento não significa a inclusão automática em programas sociais. Esses programas usam as informações do Cadastro Único, mas são gerenciados por outros órgãos. A seleção e o atendimento da família ocorrem de acordo com critérios e procedimentos definidos pelos gestores e pela legislação específica de cada um deles.

Abaixo está a relação dos principais programas que utilizam o Cadastro Único para conceder benefício:

Lembre-se: A inclusão prévia no Cadastro Único é condição para participar dos programas listados abaixo.

  • Programa Bolsa Família
  • Programa Família Paranaense
  • Programa Luz Fraterna
  • Tarifa Social da Agua
  • Programa Frente de Trabalho
  • Programa Minha Casa Minha Vida
  • BPC - Benefício de Prestação Continuada
  • Kit Natalidade
  • Auxílio Funeral
  • Cesta Básica
  • Carteira do Idoso (paraviajar gratuitamente de um estado para outro)
  • Isenção de pagamento de taxas em concursos públicos
  • Telefone Popular
  • Aposentadoria para pessoas de baixa renda
  • Programa Nacional de Reforma Agrária
  • ENEN

Para mais informações, procure o CRAS ou ligue 3548-1852

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter