O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

.

Nota Técnica sobre Febre Amarela

Nota Técnica sobre Febre Amarela

A Secretaria Municipal de Sapopema informa que foram confirmados 2 casos de óbitos de macacos por Febre Amarela no município.
Os macacos adoecem e morrem da mesma forma que os humanos, por isso esses animais são sinalizadores da presença do vírus na região. Não há transmissão de pessoa a pessoa ou de macacos às pessoas, somente pela picada de mosquitos. Assim, esclarecemos que mordidas e agressão de macacos NÃO CAUSAM a doença, portanto matar esse animal é um crime ambiental que não impede a transmissão da FEBRE AMARELA.
Alertamos a população que, se encontrados macacos adoecidos, mortos ou ossada, para que acione a Vigilância Sanitária, Secretaria do Meio Ambiente ou Ouvidoria Municipal.
As áreas consideradas de maior risco são os locais de matas, florestas, rios, cachoeiras, parques e o meio rural. Por isso é importante que os turistas sejam vacinados no mínimo 10 dias antes de se deslocarem para esses locais.
A Febre Amarela é uma doença infecciosa de causa viral, que se manifesta por febre, dor no corpo, amarelão, fraqueza e com alto risco de morte em suas formas graves.
Os transmissores da febre amarela são os mosquitos Haemagogus e o Sabethes, que têm hábito diurno e se alimentam durante as horas mais quentes do dia.
A melhor maneira de se prevenir da doença é através da vacina. Orientamos a população que procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima para a vacinação ou ainda se apresentar qualquer um dos sintomas: febre, calafrios, dor de cabeça, dor nas costas, dor no corpo, náuseas, vômitos, fraqueza, icterícia (mucosa amareladas) ou hemorragias.
Conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) apenas uma dose da vacina é indicada para a prevenção. A eficácia da vacina contra a febre amarela é de 95% a 98%, sendo considerada altamente eficaz e segura na prevenção da transmissão do vírus. Também se recomenda a proteção individual com o uso de roupas de mangas compridas, repelentes e mosqueteiros.
Fonte: Dados da SESA, 2019.

Contato para demais esclarecimentos:
- Posto de Saúde Bento José: (43) 3548-1016
- Ouvidoria: (43) 3548-1911
- Prefeitura Municipal: (43) 3548-1383

????????????????????

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter